Quarta-feira, 05 de Janeiro, 2011

 

Prefácio

Neste tempo de mudança, de riscos difundidos e oportunidades por vislumbrar, as tecnologias da informação e comunicação, o conhecimento e inovação assumem relevância, no estudo do próprio processo de inclusão, na actividade operacional das respectivas instituições, nas novas formas de organização do (posto) trabalho dos recursos humanos qualificados( desempregados, à procura do 1º emprego ou em situações de subemprego) , na carta de competências básicas informáticas para efeitos úteis nas pessoas com deficits de escolaridade…mas, como não há bela sem senão, a prospectiva de financiamento deste propósito carece de estudo, paralelamente aos donativos que uns ou outros segmentos de actividade de solidariedade social/organizações, possam ser beneficiários - Centro Luís de Camões IPSS

--------------------------------------

Rede de Oferta e Procura de Emprego

A comunicação digital originou uma nova forma de procurar emprego na rede. As Bolsas e Feiras Virtuais de Emprego que permitem aos candidatos interagirem directamente  com responsáveis de Recursos Humanos de empresas e instituições educativas de todo o país têm contribuído de uma forma eficaz para o combate ao desemprego. Trata-se de promover o encontro entre os candidatos e as entidades empregadoras, recorrendo à internet, mais precisamente a  plataforma virtual , em alternativa aos meios tradicionais.

Recursos Humanos Qualificados, inclusão sócio profissional.

A título de exemplo, o Portal Virtual Sapo Emprego 2010(http://emprego.sapo.pt)   e a Bolsa Virtual de Emprego e Empreendedorismo do Universia ( http://bolsaemprego.universia.pt)  são iniciativas destes mesmos serviços de recrutamento on line que têm alcançado enorme sucesso na empregabilidade e promoção  do empreendedorismo  junto de candidatos  à procura do 1º emprego, recém-licenciados, desempregados e todos os que procuram novos desafios profissionais. Anota-se na “bolsaemprego.universia” o teste de orientação na base de inquérito aos utentes e adequabilidade aos requisitos das entidades empregadoras.

As Feiras e Bolsas Virtuais vêm completar o trabalho desenvolvido por estes serviços on line na área do emprego, conferindo maior interactividade e facilitando a dinâmica da procura e oferta de emprego assim como a adequação do perfil de cada candidato aos requisitos das entidades entidades empregadoras.

Inclusão Social Digital, Carta de Competências

Face a este contínuo aperfeiçoamento das fontes e meios de procura de emprego, a Inclusão Digital assume papel relevante na redução das desigualdades sociais no acesso às oportunidades de emprego e formação e às ferramentas necessárias a uma procura de emprego eficaz.  Importa insistir na ideia de que as competências nas área das TIC são indispensáveis não somente para corresponder aos requisitos exigidos pelas  empresas mas também para ter acesso ás próprias oportunidades de emprego.

Rede Empreg@r , aprofundar aprendizagens/pesquisar oportunidades de trabalho

Cabe por este motivo às entidades (sector público, empresarial , sector sem fins lucrativos),com responsabilidade na promoção da empregabilidade junto a públicos social e culturalmente mais vulneráveis colmatar esta lacuna apostando na divulgação e formação na área das TIC voltada em específico para a procura de emprego e permanente actualização de competências.

A título ilustrativo, na Rede Empreg@r http://empregar.ire.gov-madeira.pt estão registados 5914 currículos, 19 ofertas de trabalho, 386 empregadores, ref 15/Dez/2010. O conhecimento associável a estes elementos estatísticos justifica abordagem conjunta no âmbito da rede de centros comunitários e os clubes de emprego/univas

     Fx, 15Dez2010                    Mara Mota, Formadora, licenciada em Ciências da Educação

 

 

publicado por Renato Costa às 11:00

mais sobre mim
arquivos
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro